Pastoral

Responsável: Professor Ivo Neuenfeld

O perigo da ostentação

A palavra "ostentação" tem como significado a ação ou o efeito de ostentar. Ostentar é o mesmo que exibir, colocar em destaque, tornar visível e notório. Esta ação, normalmente, acontece em detrimento de alguma coisa, ou até mesmo, de outra pessoa. Nós gostamos de exibir as nossas aquisições e conquistas. Não raras vezes mostramos nossos pertences para demonstrar maior capacidade ou poder aquisitivo.

Recentemente, no Japão, foi inaugurada a maior torre do mundo. É uma obra fascinante levando em consideração a frequência de terremotos neste país. Qual é a real necessidade de tamanha construção? Assim como em outros países, é possível perceber um sentimento de orgulho nesta obra. A pobreza neste país que ostenta a construção da maior torre do mundo é uma realidade escondida. Os pobres japoneses se esforçam para que a desigualdade social não apareça.

Não é de hoje que o orgulho e a ostentação fazem parte do nosso dia-a-dia. Nos tempos bíblicos, mais precisamente após o dilúvio, alguns povos se reuniram e decidiram: "Vamos construir uma cidade que tenha uma torre que chegue até o céu. Assim ficaremos famosos e não seremos espalhados pelo mundo inteiro." (Gênesis 11.4). Os babilônios também tinham o costume de construir enormes templos em forma de torres para poderem chegar onde moravam os deuses.

A chamada torre de Babel foi uma obra iniciada que levou Deus a agir. Era preciso colocar limites no ser humano. O desejo de ficarem famosos e unidos não aconteceu. Deus interveio "atrapalhando a língua falada por todos os moradores da terra e dali os espalhou pelo mundo inteiro." (Gênesis 11.9).

Qual é o perigo da ostentação? É colocar-se acima das pessoas e, especialmente, de Deus. O objeto colocado em evidência motiva o orgulho e a fama. Em contrapartida, acontece o menosprezo aos outros. Facilmente deixamos de ajudar alguém porque este pode ficar em melhores condições. Muitas vezes, sem nos darmos de conta, estamos construindo grandes torres enquanto milhares de pessoas estão cada vez mais pobres e necessitadas.

A propósito, a Igreja Cristã está celebrando a festa de Pentecostes. É o cumprimento da promessa de Jesus, enviando o Espírito Santo para chamar e reunir (congregar) o povo de Deus. Os cristãos reunidos não devem construir torres que separam ou ostentam poder. Mas, proclamar o Evangelho (o perdão dos pecados e a salvação eterna mediante a fé em Cristo), amar e servir uns aos outros. É desta forma que perigo da ostentação é vencido e deixado de lado.

Pastor Fernando Emilio Graffunder 

"Alegrai-vos...porque os vossos nomes estão arrolados nos céus" Lc 10.20

 Inscrição

 Tens um nome. Teu nome foi registrado no cartório por ocasião de teu nascimento e matrimônio. Teu nome foi inscrito no rol dos membros de tua congregação. É possível que teu nome tenha aparecido em jornais, revistas e livros. É possível que teu nome seja conhecido mesmo fora das fronteiras nacionais. Pode ser belo, mas não é tudo. Não é o essencial. O que deves saber e perguntar é isto: está o meu nome inscrito no livro da vida?

Os setenta retornaram jubilosos. Sua semana de evangelização havia sido um sucesso. Muitos creram em suas pregações. Muitos maus espíritos foram vencidos e subjugados. Contaram tudo ao seu Mestre. Cristo, porém, mostra a seus discípulos que apenas uma coisa é necessária. Mostra que uma é a verdadeira causa da alegria: o estar arrolado no livro da vida. Tudo é passageiro. É efêmero. É corruptível. É secundário. O importante é aquilo que diz respeito à salvação individual. O essencial é ter certeza da redenção: inscrito no céu. Está o teu nome inscrito no livro da vida? Tens certeza? Gostarias de vê-lo registrado ao lado de nomes como Abraão, Isaque, Jacó, Paulo, Pedro, Estêvão, Lutero, Walter, Pieper? É claro que tu mesmo não podes fazer a inscrição. Não podes inscrever-te no livro dos céus como talvez te inscreves no livro de uma sociedade. Não. A inscrição não depende da tua posição social econômica. Ela depende da aceitação de Cristo. Apenas o dedo de Deus pode registrar o teu nome.

Se ainda não foste arrolado, deves saber que a inscrição ainda está aberta. Aqui está o pedido. Aqui está o convite de Cristo. Vem a mim, e se vens, nunca serás lançado fora. A inscrição realiza-se no momento exato em que, pela fé, aceitas Cristo. Tendo Cristo por Salvador podes estar consolado e deves saber que o teu nome já se encontra registrado na grande lista dos eleitos. Esta deve ser a causa de teu regozijo e alegria. Para que teu nome nunca seja riscado; sê fiel até a morte.

Oremos:

Senhor, guarda-me como membro da congregação celestial. Amém.

Pastor Leopoldo Heimann

Educando os filhos para uma vida cristã 

Conta-se que uma mãe, ao colocar os filhos para dormir, orava separadamente com cada um, mencionando alguma falta que porventura havia cometido durante o dia.

Há muitos pais hoje em dia que se esforçam para dar uma boa educação a seus filhos, mas só pensam no seu corpo e intelecto e não formam o seu coração. Dizem estes pais que é melhor que o filho escolha mais tarde, por si mesmo, a sua religião. Esses pais expõem os seus filhos aos mais sérios perigos, quando tem o melhor recurso, que é a palavra de Deus, para educá-los.

A Bíblia diz em Isaias 49.15 que é muito difícil que uma mãe esqueça o seu bebê ou que o deixe de amar o seu próprio filho. E Deus também diz que "mesmo que uma mãe se esquecesse de seu filho, eu nunca me esquecerei de vocês".Deus não nos esqueceu, e mandou seu único Filho para morrer na cruz  e nos salvar.

Dentro da Filosofia Luterana da Educação, procuramos orientar e incentivar nossos educandos a terem um contato constante com a Palavra de Deus, agregando tanto o Crescimento do seu intelecto, bem como formar cidadãos para atuarem com responsabilidade e ética na sociedade.

Buscamos levar a sério estes propósitos na certeza de que Deus estará com suas bênçãos presentes no lar, na nossa família, na escola e na sociedade

Pastor Ademir Stahl

Colégio ULBRA Concórdia Cacoal - Av. São Paulo nº 2666 - Centro - 76960-970, Cacoal/RO
Telefone: 69 3443.3100 · 69 3441.3149· E-mail: