Brinquedoteca

O projeto de extensão Brinquedoteca existe na Ulbra Guaíba desde o ano 2000. Foi criado pelo curso de Pedagogia para auxiliar seus os acadêmicos nas dificuldades em atuar junto a crianças que apresentavam dificuldades na leitura e na escrita. Após pesquisa sobre o tema e visita a instituições que utilizavam a brinquedoteca, foi proposto iniciar o projeto com a utilização de uma mala na qual continha livros de histórias e alguns brinquedos e, com os alunos voluntários do curso, visitavam-se escolas da rede pública municipal de Guaíba.

Objetiva-se oferecer atividades lúdicas que envolvam a percepção do mundo através do brinquedo e do brincar, a fim de proporcionar o desenvolvimento da leitura e da escrita em crianças e jovens. Dessa forma, proporcionar o desenvolvimento integral dos que frequentam esse projeto de extensão tanto no campus da Ulbra/Guaíba como no Ambulatório de Saúde Mental da Infância e Adolescência, junto à Secretaria da Saúde do município de Guaíba. A metodologia utilizada nas atividades da brinquedoteca revela-se através de jogos, brinquedos e brincadeiras. A contação de histórias é um recurso na brinquedoteca, pois, a partir dela, incentiva-se a interpretação que, aliás, é fundamental no processo de alfabetização, contribuindo, principalmente, para a criança, na continuidade de sua escolarização, apossar-se da compreensão textual em todas as situações que se apresentem, sejam elas escrita, visual, corporal, em todas as formas de linguagens que necessitarem vivenciar.

Cabe destacar os apontamentos de Negrine, 2008, quando afirma que as brinquedotecas podem apresentar diferentes objetivos, porém, antes de tudo, devemos ter claro que não podemos confundi-la com creche.
Tem como objetivo primordial disponibilizar uma diversidade de brinquedos e, se necessário, ensinar as regras do jogo. Na brinquedoteca, do CAPSi e na do campus Guaíba, historicamente utiliza-se a roda de conversa com as crianças, com as mães e pais e, algumas vezes, a roda para as brincadeiras entre os pais e os filhos.

A utilização da roda, ou seja, organizar-se em círculo, foi extraída do pensamento bakhtiniano, que está presente no Brasil há mais de trinta anos e, nesse período, tem servido de inspiração para inúmeros estudos no campo das humanidades, sobretudo daqueles relacionados à linguagem e aos temas educacionais. As ideias dos autores do Círculo de Bakhtin têm resistido e demonstrado possuir uma incrível capacidade heurística, que tem renovado e atualizado muitas de nossas interpretações sobre os modos de existência da linguagem em sociedade, sobretudo, relativamente ao peso da linguagem na nossa formação subjetiva (ALESSI, 2014).

Os resultados obtidos se revelam na família e no espaço escolar que a criança ou adolescente frequenta, bem como nas atividades propostas na própria brinquedoteca. Atualmente, no ano de 2018, atende-se 5 crianças na faixa etária entre 7 e 9 anos, no CAPSi; e na brinquedoteca do campus da Ulbra, atende-se 9 crianças na faixa etária de 1 a 10 anos. Conclui-se que a brinquedoteca é uma ferramenta que auxilia no desenvolvimento global da criança e contribui para a melhoria do desempenho dos adolescentes.

ULBRA Guaíba - BR 116, nº 5724 · Bairro Moradas da Colina · CEP 92.500-000 · Guaíba/RS
Telefone: (51) 3491.2706 - (51) 3480.1618 e (51) 3480.0427 · E-mail: