"Em uma sociedade racista, não basta não ser racista, devemos ser antirracistas." (Angela Davis)

É com essa frase que a Ulbra convida todos a refletir durante o mês de novembro com a Ação Comunitária Integrada - Identidade Afro-brasileira e Indígena. Durante o ano, em momento de pandemia, as notícias, fatos e manifestações de racismo, de discriminação nas mais diversas formas e de violência contra negros, afro-descendentes, indígenas  e outras etnias foram alarmantes. Será que ao segregarmos estamos contribuindo para um mundo melhor? Será que conhecendo as origens, as culturas, as crenças desses grupos podemos também repensar nossas atitudes e assim promover a conciliação e o viver democrático?

A Universidade como uma comunidade de aprendizagem também se propõe a discutir, pensar e promover o diálogo entre as culturas que foram e são formadoras da identidade brasileira.

Durante o mês de novembro, haverá a promoção de lives com a temática dessa Ação Comunitária Integrada.