Novidades no ensino 28/12/2021 15:38

Adaptabilidade foi a marca de 2021

Professores incorporaram tecnologias à presencialidade

Se 2020, com a chegada da pandemia, foi marcado por novidades no ensino com a aprendizagem remota, em 2021, professores se aprimoraram ainda mais através de recursos que pudessem atender os estudantes que ainda assistiam às aulas de casa, pelo computador, e os que retornaram para a sala de aula. A palavra-chave foi adaptabilidade. No dicionário, o termo é conceituado como a capacidade de alguém ou algo de mostrar-se adaptável. Na prática, na Rede de Escolas, essa adaptação dos docentes foi muito além de um simples ajuste de rota. Uniu todos os benefícios oferecidos pelos recursos tecnológicos à convivência prática em sala de aula. Na área da educação, o formato tem o nome de ensino híbrido, uma das maiores tendências do século 21. 

De acordo com a gerente de Operações da Educação Básica e Técnica, Núrfis Vargas, o ensino híbrido pode ser entendido de duas formas. A primeira, consiste no professor, em sala de aula, conectado com os alunos que ainda estão remotos e com os presenciais. A outra forma, pressupõe que os estudantes aprendem de várias formas, não só dentro da escola, mas online e offline, com a utilização das metodologias ativas. "Ao longo deste ano, esse segundo formato do ensino híbrido também foi operacionalizado pelos professores. Com muito estudo, dedicação, flexibilidade e criatividade, o corpo docente quebrou paradigmas, reinventando sua prática para desenvolver em nossos alunos as competências e habilidades planejadas para cada etapa", destacou Núrfis.

Saiba mais sobre o assunto na edição nº 9 da Revista Multiescolas, página 5 e 6.

Fale conosco