Lançamento 18/08/2022 10:40

Escolas da Ulbra agora contam com a Liga Luterana

Projeto foi apresentado na comemoração de 50 anos da Universidade
Professor Matias da Silveira Streb apresenta Liga Luterana
Professor Matias da Silveira Streb apresenta Liga Luterana Foto: Romário Camargo - SP Produções

Matias da Silveira Streb, professor de Artes do Colégio Ulbra São Pedro, quadrinista e desenhista de esquetes para Marvel e Dc, é o responsável pela criação da Liga Luterana da Rede de Escolas da Ulbra, que foi apresentada durante as comemorações dos 50 anos da Universidade. 

O projeto começou com o personagem Pedro, que inicialmente seria usado em sala de aula como incentivo ao estudo. O nome, por sua vez,  tem como referência o próprio Colégio Ulbra São Pedro. "O Pedro é uma metáfora para o aluno estudar. Ele criou uma tecnologia especial para combater o personagem vilão, a Ignorância. Essa é uma metáfora para o aluno que estuda e consegue combater a ignorância", afirma o professor.

O projeto começou a ganhar forma na apresentação da Mostra Pedagógica. E, hoje, a Liga Luterana é formada por dez personagens, cada um representando uma das escolas da Ulbra. 

Liga Luterana

A Liga Luterana tem espaço no mundo da educação, onde os desafios dos estudantes podem ser enfrentados com a ajuda de um grupo extraordinário de jovens singulares, com habilidades impressionantes e dispostos a defender a todos.

Os personagens apresentam características físicas singulares e etnias variadas. Além disso, todos são dotados de poderes relacionados à tecnologia e também possuem sua internet particular: a Ulbranet. 

De acordo com Streb, o objetivo é usar os heróis para ensinar sobre diferentes universos e demonstrar representatividade. "A ideia era o desenho fazer sentido. Dar vida interior a cada um deles demonstrando respeito e diversidade. Afinal, essa é uma oportunidade de conhecer o universo de uma pessoa que utiliza cadeira de rodas, então por que não fazer uma história sobre isso e conhecer diversidades? Fazer com que esses personagens façam as crianças pensar, provoque reflexão", destaca.  

Personagens

Antares - Estela é apaixonada por astronomia e pelo universo e desde pequena tem um grande carinho por Antares, a estrela supergigante vermelha. Ela reproduz a energia de Antares em sua luva tecnológica, o que permite lançar rajadas poderosas do seu pulso.

Aplicação - Ana Maurehi é uma menina valente e gentil. Descendente dos índios karajás, sempre teve interesse em valorizar suas raízes. Possui habilidades tecnológicas.

Martinho - Martinho é extremamente sábio, nasceu com uma luz própria e possui o dom da cura, sempre ajudando os que precisam. Todos respeitam sua presença e naturalmente o ambiente se acalma quando ele entra. É o único membro da Liga Luterana que não usa tecnologia, pois apenas sua luz já é poderosa o suficiente.

Palmas - Paula Akemi Mina é uma jovem forte e ágil. Estudante de artes marciais, carrega consigo a doçura de uma gueixa e a coragem de um samurai.Descendente de japoneses, Paula é focada e equilibrada; exímia lutadora, ensina aos amigos muitas formas de se defender.

Redentor - Cristian ou Cris, como todos o conhecem, é um menino de alto QI. Ele aperfeiçoou a Ulbranet ampliando sua capacidade em vários aspectos, tornando os hologramas sólidos. Fã de Stephen Hawking, desenvolveu uma cadeira robô, que serve para defesa em casos extremos ou como uma espécie de armadura.

Salvador - Samuel é um menino determinado e de bom coração.Deficiente visual, desenvolveu drones capazes de escanear tudo ao seu redor e transformar em áudios extremamente detalhados que são reproduzidos por dispositivos no seu uniforme e cinto. Também utiliza os hologramas para gerar telas em braile.

São João - João é um menino honesto e gentil, gosta muito de games e música.Sempre preocupado com seus amigos, João gosta de desenvolver seus próprios jogos, ajudando assim a criar vários cenários em hologramas, que acabam sendo usados para treinos de toda a equipe da Liga Luterana.

São Lucas - Lucas é habilidoso no boxe. Deficiente auditivo, ele desenvolveu um aparelho tecnológico que permite ampliar sua audição, além de projetar luvas holográficas, que servem tanto para lutar como para falar com várias pessoas em linguagem de sinais, seja diretamente, seja em versões em grande escala.

São Paulo - Paulo é muito inteligente e forte. Junto com Pedro, desenvolveu a tecnologia de armaduras que possibilitam ampliar as habilidades de toda a Liga. Tem muito conhecimento de computadores e desenvolveu robôs hologramas, inteligências artificiais que usam hologramas para criar peças que se montam.

São Pedro - Pedro é inteligente e possui habilidades físicas e tecnológicas, sendo um dos desenvolvedores da Ulbranet, tecnologia compartilhada por todos da Liga Luterana.Ele é expert em programação e em mecânica, e desenvolve armaduras que se alinham com a tecnologia Ulbranet, criando construtos de hologramas.

O objetivo da variedade de personagens é fazer com que as crianças e os adolescentes reflitam. Streb destaca que "esta é a maior intenção: trazer cultura e conhecimento de universos que às vezes nem a gente está acostumado, fazer os alunos pensarem e buscarem compreender mais a situação das outras pessoas, se colocar no lugar do próximo e ser mais altruísta". 

Para a gerente operacional da Educação Básica e Técnica da Aelbra, Carin Cristina Borkert Kuchenbecker, a partir da apresentação da Liga, começaremos a incentivar a criatividade dos alunos para que eles também façam parte deste projeto. "Nós damos o início, mas a vida dos personagens precisa ser construída de forma coletiva. As possibilidades são muitas, a ideia é impactar as crianças e os adolescentes e transformar a Liga em algo grandioso", ressalta.

Thamiriz Amado

MTB - 18.872

Fale conosco