Página Inicial » Extensão » Projetos Comunitários » Observatório de Direitos Humanos da Ulbra (ODHU)

Observatório de Direitos Humanos da Ulbra (ODHU)

O projeto Observatório de Direitos Humanos está vinculado aos cursos de Direito, Psicologia e Serviço Social. É desenvolvido através de professores e acadêmicos dos respectivos; bem como pelos demais acadêmicos que se voluntariam para atuar na sua execução.

Tem por objetivos oportunizar o desenvolvimento de processos metodológicos participativos, o fortalecimento de práticas individuais, coletivas e sociais que "gerem ações e instrumentos em favor da promoção, da proteção e da defesa dos direitos humanos, bem como da reparação das diferentes formas de violação de direitos" (artigo 4º, inciso V, da Resolução nº 1, de 30 de maio de 2012, CNE/Ministério da Educação); através da transversalidade e interdisciplinariedade, em temas relacionados aos direitos humanos e sua violação.

O desenvolvimento do projeto ocorre com a realização de palestras e oficinas de interação com alunos de escolas do ensino médio, oportunizando a discussão sobre a temática Direitos Humanos: contra a violência na escola e fora dela. No encontro, os professores e alunos apresentam o projeto e seus objetivos, provocam o debate através de atividades como documentários sobre a temática, seguida de um debate e atividades de interação, com avaliação do trabalho ao final e, posteriormente, um feedback para a direção da escola. Atividade semelhante é desenvolvida em datas de programas institucionais, como o Dia da Responsabilidade Social, em que o atendimento é feito diretamente aos alunos e demais participantes do evento.

Atualmente, está em andamento a formalização de convênio para o levantamento de dados em processos judiciais em que tenha havido violência a direitos humanos, a fim de produzir material de pesquisa para consulta acadêmica e profissional sobre sentenças judiciais em que tenha havido o reconhecimento de ofensa a direitos humanos. E, sensível à realidade de famílias de venezuelanos que estão residindo em Canoas, vítimas de violência contra direitos e garantias que são objeto de tratados internacionais sobre direitos humanos, os participantes do projeto estão desenvolvendo atividades de integração, apoio e qualificação daquelas pessoas.

Através do projeto, já foi possível o atendimento de mais de cem adolescentes, alunos do ensino médio; cujo retorno foi extremamente positivo nas avaliações, inclusive determinando a ampliação das atividades junto à Escola Cristóvão Colombo. Também, houve a capacitação de profissionais que fazem o atendimento de vítimas de violência no Centro de Referência da Mulher Patricia Esber, em Canoas, através de um curso de 80 h/a. O levantamento inicial de dados em processos judiciais de violência a direitos humanos alcancará mais de uma centena de casos, num primeiro momento.

Para a preparação e execução do projeto em mais de uma frente de trabalho, são realizadas reuniões semanais periódicas, nas quintas-feiras, entre 18h e 19h; na sala 208 do prédio 1 do campus da Ulbra, em Canoas; quando definidas as atribuições dos alunos, projetadas ações de desenvolvimento do projeto, definidas as atividades externas, como o agendamento das atividades junto às escolas, organização no atendimento das demandas que surgem ao longo do semestre, preparação do material de divulgação, preparação e apresentação de produção científica.

Os docentes e alunos interessados em participar como voluntários devem entrar em contato com a Coordenação de Extensão (prédio 6, sala 121, telefone: (51) 3477.4000, Ramal 2626, e-mail:extensao.canoas@ulbra.br); ou diretamente na coordenação do curso de Direito (prédio 1, sala 117, telefone: 51 3477-9142, e- mail: direito.canoas@ulbra.br), de segunda a sexta-feira, das 9h às 22h.

ULBRA Canoas - Avenida Farroupilha, 8001 · Bairro São José · CEP 92425-900 · Canoas/RS
Telefone: + 55 51 3477.4000 · E-mail: